Voando Para a Eternidade

Deus preparou um lugar, os céus, um firmamento sobre a terra não para as aves se reproduzirem nem habitarem, mas para voarem. Esse é o único animal que iria voar e ocupar os céus, chamado de os céus das aves. As aves voavam, voavam, porém, na terra é que se reproduziam se alimentavam e habitavam. Esses animais dependiam da terra. Não havia e não era para existir nenhum outro vôo nesses céus das aves. HOJE, quantas coisas ocupam os céus e o ar: aviões, satélites e, o príncipe da potestade do ar (Satanás). Isso deve nos impressionar!

Textos: Gênesis 1 e 2

VOEM AS AVES

No quinto dia quando Deus criava todas as coisas pela palavra do Seu poder, disse: Produzam as águas abundantemente répteis de alma vivente; e voem as aves sobre a face da expansão dos céus. Não vemos o Senhor Deus dizendo para as grandes baleias nadarem nas águas, muito embora isso seja verdade, porém disse: voem as aves.

A CRIAÇÃO E SUA HABITAÇÃO

Porque Deus criou a terra? Veja como e quantas vezes Deus menciona a palavra TERRA. No princípio, criou Deus os céus e a TERRA. E a TERRA era sem forma e vazia. E chamou Deus à porção seca TERRA.

AS ORDENS DE DEUS

Produza a terra erva; os luminares para alumiar a terra; e as aves se multipliquem na terra; produza a terra alma vivente; e fez Deus as bestas-feras da terra; e domine o homem sobre toda a terra e sobre todo o réptil que se move sobre a terra, e sobre todo o animal que se move sobre a terra; a erva que está sobre a face de toda a terra; e a todo o animal da terra; e a todo o réptil da terra.

A EXPLICAÇÃO

Estas são as origens dos céus e da terra, quando foram criados; no dia em que o Senhor Deus fez (veja a inversão) a terra e os céus. Toda a planta do campo ainda não estava na terra; porque ainda o Senhor Deus não tinha feito chover sobre a terra, e não havia homem para lavrar a terra. Um vapor, porém, subia da terra e regava toda a face da terra. E formou o Senhor Deus o homem do pó da terra.

A TERRA E O PARAÍSO

A mesma terra sem forma e vazia (no princípio), transformada num paraíso. E plantou o Senhor Deus um jardim no Éden, da banda do oriente, e PÔS ALI O HOMEM QUE TINHA FORMADO. E Fez brotar da terra toda árvore agradável à vista e boa para comida.

A TERRA E OS SEUS RIOS

O nome do primeiro é PISOM; do segundo é GIOM; do terceiro é HIDÉQUEL e o quarto é o EUFRATES.

A TERRA E O SEU LAVRADOR E GUARDADOR

E tomou o Senhor Deus o homem e o PÔS NO JARDIM DO ÉDEN para lavrá-lo e o guardar. Adão não foi colocado por Deus no jardim para ficar dormindo, comendo e dormindo, não fazendo nada. Iria trabalhar e guardar o jardim.

O CASAMENTO

E da costela que o Senhor Deus tomou do homem formou uma mulher; e trouxe-a a Adão. E disse Adão: Esta é agora osso dos meus ossos e carne da minha carne; esta será chamada varoa, porquanto do varão foi tomada. Portanto, deixará o varão o seu pai e a sua mãe e apegar-se-á à sua mulher, e serão ambos uma só carne. Deus não criou o homem para viver só, solteiro, sem uma esposa. A mulher veio à existência, foi formada, pelo casamento ou dentro da esfera do casamento. Adão foi criado, antes do casamento numa esfera de domínio, governando sobre toda criação. A mulher, numa posição de submissão, debaixo da autoridade do seu marido, numa esfera bem menor e diferente de atuação (o lar, os filhos), uma companheira, uma esposa e mãe.

A BÊNÇÃO

E Deus os abençoou e Deus lhes disse: frutificai, e multiplicai-vos, e enchei a terra. Nesta terra, no jardim que Deus fizera (Éden), é que Adão e Eva pisaram pela primeira vez, foram casados e ABENÇOADOS. Nesta condição tão elevada é que iriam ter filhos.

A ÚLTIMA ORDEM A ADÃO, O GUARDADOR

E ordenou o Senhor Deus ao homem, dizendo: De toda árvore do jardim comerás livremente, mas da árvore da ciência do bem e do mal, dela não comerás; porque, no dia em que dela comeres, certamente morrerás. Esta ordem foi diferente de todas. Todas as outras se cumpriram imediatamente, assim que o Senhor Deus ordenara. Esta só iria se cumprir quando Adão a desobedecesse. Nada iria mudar, acontecer, pois não havia mais nenhuma ordem para se cumprir.

O CUMPRIMENTO DA ÚLTIMA ORDEM A ADÃO

Então a serpente disse á mulher: CERTAMENTE NÃO MORRERÁS. Adão conhecia muito bem as ordens de Deus, pois deu nome a toda criação de Deus, ele governava. Sabia que toda a criação estava em perfeita harmonia e funcionamento porque Deus ordenou. Porém, desobedeceu dando ouvidos a voz da sua mulher e comeu da árvore que Deus ORDENARA que não comesses. Deus lhe perguntou: Comeste tu da árvore de que TE ORDENEI que não comesses? Era impossível Adão negar, pois a ordem já havia se cumprido tão logo ele a desobedeceu. Ele disse: ela (a companheira) me deu da árvore, e comi. Adão e sua mulher morreram espiritualmente, não estavam mais a imagem de Deus em caráter, em moral e em comunhão com o Criador. No espírito deles havia medo, vergonha e inimizade. O pecado habitava em Adão e na sua mulher.

AS ORDENS DE DEUS AOS PECADORES

1. À SERPENTE – O DIABO

Havia um ser na serpente que era satanás ou este se transformou numa serpente. O fato é que esse ser ainda oculto peca desde o princípio. A sua obra é pecar e fazer os demônios e os homens pecarem. Deus pôs inimizade entre ele e a mulher. Esta, a mulher, foi, é e será um alvo dos ataques de satanás, usando-a para os seus fins. Satanás já conseguiu muita destruição pela mulher, sua inimiga. Ora, se fosse sua amiga, o estrago seria muito maior e as coisas complicariam muito.

Da semente da mulher nasceria um varão que iria ferir a cabeça de satanás e seria ferido no calcanhar. Isso aconteceu quando os homens ímpios, controlados por satanás (a sua semente, agindo como os próprios demônios), pregaram o SENHOR JESUS CRISTO, a semente da mulher, na cruz do calvário. Ali na cruz, satanás foi derrotado, vencido, humilhado, sua cabeça (autoridade, poder) foi ferida. O Senhor Jesus Cristo derrotou, feriu o inimigo da mulher. Satanás não tem volta, caiu do seu estado de querubim, foi expulso do céu, julgado, ferido e derrotado na cruz e será lançado no lago de fogo.

2. À MULHER – EVA

Aparece a DOR principalmente ao tentar trazer à luz seu filho. Muitas mulheres morreram e sofrem nessa experiência. Deus determinou a sua esfera, o seu desejo e o seu sentimento – o seu marido. Ele é o seu governador. Veja como diminuiu o governo do homem. Continua apenas no seu lar. Nenhum marido tem autoridade em outros lares ou no seu bairro onde mora, mas deve ter no seu lar, na sua mulher. Esta não pode agir independente do seu marido e não está livre para tomar decisão por si mesma.

3. AO HOMEM – ADÃO

Deus mais uma vez fala que Adão comeu da árvore que ordenara não comer. Deus amaldiçoa a terra que produziria espinhos, plantas que não servem para alimento; alimento só conseguiria com derramamento de suor e o seu corpo voltaria ao pó. Então, Adão põe nome na sua mulher – Eva, pois entendeu que deveria se multiplicar. Mesmo depois do pecado, de caído, continuou casado e iria governar apenas a sua esposa. Adão perdeu o seu governo, a sua habitação e foi lançado para fora do jardim.

Agora, a história de Adão se resume em gerar filhos em ver seus filhos gerando filhos à sua semelhança. Ele viu filhos obedientes a Deus e filhos desobedientes. A semente do mal estava nascendo, homens que matam os servos de Deus e fogem para um caminho sem volta. Adão, morreu, saiu dessa terra, seu corpo voltou ao pó. E foram os dias de Adão, depois que gerou a sete, oitocentos anos, e gerou filhos e filhas. E foram todos os dias que Adão viveu novecentos e trinta anos; e morreu.

  • “Aos homens está ordenado morrerem uma só vez, vindo, depois disso, o juízo”.
  • “O tempo está cumprido, e o reino de Deus está próximo. Arrependei-vos e crede no evangelho”.

Os homens estão debaixo dessas ordens de Deus!

A TERRA? O CÉU? OU O LAGO DE FOGO?

Isso deve nos impressionar muito, pois chegamos a um triste fato: o homem perdeu a sua habitação. Será na terra, nas águas, nos céus das aves ou em outra esfera? Estão mesmo é tentando morar em outro planeta longe daqui. Certo dia um senhor me disse: daqui a uns dez anos espero estar morando em outro planeta, pois nesse não dá mais. Será algum lugar invisível? Bem, para alguns o invisível pode ser o poder da mente que, pela ioga voam até tal oitavo degrau que é para abster-se de violência, falsidade, roubo, etc.

Pergunta-se: quem é o piloto? Jamais o Senhor Deus e a Sua palavra, pois Deus não nos fala para subirmos a nenhum degrau invisível para abstermos de violência. Ora, isso já são a falsidade e o engano.

Deus disse sim para nos abstermos da prostituição, de toda aparência do mal, das paixões carnais. Veja a diferença: não é o homem quem determina o que ele deve abster-se e como fazê-lo, mas Deus que é Santo, Puro e Poderoso. Não vamos nos abstermos apenas de coisas que nos interessam e que achamos necessárias (abstração dos sentidos, falsidade) e de várias maneiras dentre as quais meditação, penitência e torturas contra o próprio corpo.

Deus disse de toda aparência do mal, ou seja, se eu ficar contemplando a mim mesmo e o quanto sou falso, mentiroso, imoral e flagelando o meu corpo, não estou me abstendo de toda aparência do mal, mas muito pelo contrário, vivendo e me aprofundando no próprio mal.

A própria razão nos ensina que se eu pensar, meditar na imoralidade e nas paixões da carne, não estou me abstendo, mas sendo um imoral e depravado. Paulo disse: Porque eu sei que em mim, isto é, na minha carne, não habita bem algum; miserável homem que eu sou! Quem me livrará do corpo desta morte? (Rm 7:18-24). Não há nada em nós e no nosso coração natural para contemplarmos ou meditarmos que fará abstermos seja do que for. Ora, abster-se que o Senhor Deus quer é não pensar, é retirar-se para longe do adultério, fornicação, doutrinas falsas, heresias e muitas outras coisas.

Por outro lado, não é apenas fugir de tais coisas, mas tirar de entre nós toda amargura, e ira, e cólera, e gritaria, e blasfêmias, e toda malícia, e ainda, nem nomear a prostituição, e toda a impureza, nem torpezas, nem parvoíces, nem chocarrices, que não convêm; mas, antes, ações de graças. Só pela palavra de Deus e o Seu Espírito é que vamos encher a nossa mente com aquilo que é puro e verdadeiro.

Bem, o homem sabe que vai voltar ao pó e aqui na terra está por pouco tempo. Não sabe, porém que nesta terra onde se vive bem pouco, vive sob o poder de satanás e do pecado, fugitivo e vagabundo numa terra amaldiçoada. Vive mal, muito mal. Esse homem anda segundo o curso deste mundo, segundo o príncipe da potestade do ar (Ef 2:2). Satanás peca desde o princípio (I Jo 3:8). Todo o mundo jaz no maligno (I Jo 5:19).

Satanás fez o homem pecar contra Deus, por isso, aqui não é mais o nosso lugar e como Caim, toda a humanidade está errante e fugitiva nesta terra procurando um lugar de verdadeiro descanso. Descansos aqui não encontrarão, mas enganados, distraídos e controlados pelo pecado e por Satanás, “acabam-se os anos como um conto ligeiro. A duração da nossa vida é de setenta anos, e se alguns, pela sua robustez, chegam a oitenta anos, o melhor deles é canseira e enfado, pois passa rapidamente, e nós voamos” (Sl 90:10).

Voamos para onde? Para a eternidade! Estamos voando tão rápido que ninguém se atreveria a medir tamanha velocidade. Quantos segundos, milésimos de segundo e nós na eternidade ou no estado eterno, pois aqui não é mais o nosso lugar.

A cada dia a situação se agrava, pois o Espírito expressamente diz que a apostasia chegou; doutrinas de demônios espalhando multidões de pregadores de satanás por todo o mundo, controlando a mente e o coração dos homens, fazendo-os embarcarem num vôo para a eternidade sem Cristo. A passagem para esse vôo sem volta é manter o homem no seu pecado; enchendo-o com promessas de cura, de prosperidade, castigando-o com penitências, meditações e flagelos.

Essa aviação não está em crise, pois a cada dia surgem aeroportos novos, já são milhares em todas as cidades, lançando suas promoções e atrações com shows ao vivo, toda sorte de propagandas, merchandising (veículo de comunicação de grande impacto). Os passageiros atraídos ao som e aos sinais enchem todos os aeroportos de Satanás e, a cada dia, centenas voam para a perdição levando como única bagagem todo o seu pecado.

O cenário do engano piora e poucos conseguem perceber que a maioria dos cristãos não pertence ao Senhor Jesus Cristo. São crentes da igreja fulano de tal, seja ela qual for; outros nasceram crentes, são filhos de crentes, porém, não conhecem o Senhor Jesus Cristo. Nós estamos voando! Voando para a eternidade. A eternidade no céu ou no lago de fogo? Satanás está indo com todos os seus demônios para o lago de fogo. Lago de fogo?

Precisamos tremer e gemer diante dessa verdade! “E aquele que não foi achado escrito no livro da vida foi lançado no lago de fogo”.

“Mas quanto aos tímidos, e aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos fornicadores, e aos feiticeiros, e aos idólatras, e a todos os mentirosos, a sua parte será no lago (veja a explicação do lago) que arde com fogo e enxofre, o que é a segunda morte.”

A terra não é mais o nosso lugar, ela está amaldiçoada e entesourada para fogo. Independente da situação da terra e do seu destino, morremos, deixamos o corpo que voltará ao pó. Quando isso acontecer, entramos na eternidade. Essa eternidade ou o estado eterno, ou seja, nunca mais sairemos da eternidade, para sempre, sem fim. Agora, neste exato momento quando você respira e pensa, deve definir a sua eternidade: O CÉU DE DEUS ou O LAGO DE FOGO DE SATANÁS.

O PESO DA PALAVRA ETERNIDADE

O profeta Isaías escreveu que o Senhor Jesus Cristo é o Pai da eternidade (Is 9:6). Ele é maior do que a eternidade. O profeta Miquéias escreveu que Ele veio da eternidade (Mq 5:2). Deus habita na eternidade (Is 57:15). A sua Salvação é eterna, a Sua palavra, o Seu evangelho, a Sua misericórdia, o Seu reino, o Seu poder são eternos. Deus é Aquele que tem toda a autoridade sobre a eternidade, abrindo os portais eternos, as entradas eternas para que entre o Rei da Glória (Sl 24:7). Como também, o juízo de Deus é eterno, há o fogo eterno, preparado para o Diabo e seus anjos, sem dúvida é o mesmo lago de fogo e enxofre. Há ainda vergonha e desprezo eterno (Dn 12:2).

Diante dessas verdades, confessamos que a eternidade nos aguarda. Porém, a eternidade para uns será o fogo e vergonha, dor, lágrimas, isto é a segunda morte. Para outros, a glória, o reino de Deus e o próprio Deus, a vida eterna. É aqui nesta terra, nesta vida tão rápida que definimos onde, como e com quem estaremos na eternidade. Estaremos com gozo ou com lágrimas? Qual será o nosso estado eterno! Não há como mudar nada estando na eternidade, ou será fogo eterno ou glória eterna; ou alegria eterna ou ranger de dente eterno; ou salvação eterna ou juízo eterno. Lembre-se: nós voamos, estamos indo para a eternidade. Porém, quantos já estão na eternidade. Uns no gozo eterno, outros no sofrimento eterno.

O SEGREDO

Em relação à eternidade, a palavra chave para o pecador é vida, a eterna. Esse é o segredo, a chave para estar na eternidade com Deus. O pecado trouxe-nos a morte, separando-nos do Senhor DEUS, consequentemente virá o juízo eterno e todos os horrores da morte eterna da qual já falamos um pouco.

O VALOR DA VIDA ETERNA

Creio ser impossível medir ou avaliar a vida eterna; foge a nossa compreensão e capacidade. Nem mesmo temos como fazê-lo naturalmente, cientificamente ou por qualquer meio finito e mortal. Bem, só há um meio: pela palavra eterna e viva de Deus.

A VIDA E A VIDA ETERNA

O homem, nascido de mulher, é de poucos dias e cheio de inquietação. Sai como a flor e se seca; foge também como a sombra e não permanece (Jó 14:1-2). O homem nascido de mulher vive pouco e em péssima qualidade de vida. Veja a péssima qualidade: cheio de inquietação e logo vai desaparecendo, murchando e secando como a flor. Não há nada pior do que o sentimento e a presença da morte que pelo pecado vai nos consumindo, tirando-nos a vida.

A vida eterna não é apenas viver para sempre, mas viver com qualidade de vida. Vida que procede de Deus dando-nos a Sua própria luz, vivendo segundo o Seu próprio caráter de santidade, com um corpo celestial de glória, imortal e incorruptível, vivendo na própria presença de Deus.

AS RIQUEZAS E A VIDA ETERNA

Certo jovem rico, aproximando-se do Senhor Jesus Cristo, disse-Lhe: Bom Mestre, que bem farei, para conseguir a vida eterna? (Mt 19:16). Esse jovem se dirigiu a pessoa certa, Cristo, o que poucos hoje estão fazendo, mas o seu coração amava as suas riquezas. As riquezas tiveram mais valor do que a vida eterna mesmo sentindo tristezas. O Senhor Jesus disse que onde estiver o vosso tesouro, aí estará também o vosso coração.

A RECOMPENSA DO CRISTÃO E A VIDA ETERNA

E Jesus respondendo, disse: Em verdade vos digo que ninguém há, que tenha deixado casa, ou irmãos, ou irmãs, ou pai, ou mãe, ou mulher, ou filhos, ou campos, por amor de mim e do evangelho, que não receba cem vezes tanto, já neste tempo, e, no século futuro, a vida eterna (Mc 10:29-30). Deus é fiel e galardoador dos que o buscam. Quantas pessoas deixaram tudo por amarem o Senhor Jesus Cristo e o Seu evangelho. Creio que a medida da perda e perseguição será a recompensa. Lembramos de Jó. Lembramos daqueles que foram perseguidos, presos e alguns morreram violentamente por causa do evangelho. Deus está prometendo, revelando uma recompensa ao servo fiel que ninguém pode dar e, por outro lado, tirá-la de nós, a vida eterna.

A VIDA ETERNA PELA FÉ NO FILHO

Para que todo aquele que NELE crê não pereça, mas tenha a vida eterna. Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o Seu Filho Unigênito, para que todo aquele que NELE crê não pereça, mas tenha a vida eterna (Jo 3:15-16). A vida eterna está em Cristo. Ao homem basta crer, somente crer no Senhor Jesus Cristo. Nicodemos era homem religioso, velho e príncipe dos judeus, porém, estava perdido, morto espiritualmente e, logo, sem a vida eterna. De noite foi ter com o Senhor Jesus que é a vida, ouviu as Suas palavras que são vida falando ao seu coração e da fé no autor e consumador da fé.

A PALAVRA, O PAI E A VIDA ETERNA

Na verdade, na verdade vos digo que quem ouve a minha palavra e crê naquele que me enviou tem a vida eterna e não entrará em condenação, mas passou da morte para a vida (Jo 5:24). Essas foram palavras do Senhor Jesus. Veja a dependência da Sua palavra e do Pai para se ter a vida eterna. Nada da religião, da terra ou do homem. Não são as nossas palavras, mas a palavra do Senhor Jesus Cristo. Ouvir com o coração.

O PAI, O FILHO E A VIDA ETERNA

Porque, assim como o Pai tem a vida eterna em si mesmo, assim deu também ao Filho ter a vida em si mesmo (Jo 5:26). A vida eterna é dada tanto pelo Pai como pelo Filho. Jamais por um anjo ou um líder religioso. Quanto engano esperar que um mortal nos dê a vida eterna.

A CARNE, O SANGUE E A VIDA ETERNA

Quem come a minha carne e bebe o meu sangue tem a vida eterna, e eu o ressuscitarei no último dia (Jo 6:54). A vida eterna está centralizada no sacrifício do Senhor Jesus no calvário. O homem precisa tomar parte, se apossar daquele sacrifício para ter a vida eterna. Carregar um objeto em forma de cruz no peito beijá-lo, ou se aproximar, ou admirar a cruz de Cristo vendo ali um homem bom, um mártir que morreu pelos pecadores, não tem a vida eterna. O Senhor Jesus disse para comer e beber, claro, não fazer de forma literal, mas espiritual, pela fé.

O TEMPO, A CERTEZA E A VIDA ETERNA

Dou-lhes a vida eterna, e nunca hão de perecer, e ninguém as arrebatará das minhas mãos. Meu Pai que, mas deu, é maior do que todos; e ninguém pode arrebatá-las das mãos de meu Pai (Jo 10:28-29). A vida eterna é dada no momento quando o pecador crê no Senhor Jesus Cristo. Tanto o Filho como o Pai, que é maior que todos, estão impedindo que alguém ou alguma coisa, talvez o próprio satanás nos arrebate impedindo-nos de entrarmos na vida eterna.

O AMOR, O ÓDIO E A VIDA ETERNA

Quem ama a sua vida perdê-la-á, e quem, neste mundo, aborrece a sua vida, guardá-la-á para a vida eterna (Jo 12:25). Não podemos amar e odiar a mesma coisa ou pessoa ao mesmo tempo. Aqui é em relação a nossa vida. Odiar a nossa vida não significa que vamos nos matar, mas amá-la sim. Não é para vivermos murmurando, castigando-nos para dizer que odiamos a nossa vida e, por fim, não querendo viver mais nos suicidamos.

Naturalmente amamos a nossa vida a tal ponto que, sem percebermos, enchemo-la com todas as coisas deste mundo: um bom emprego, um alto nível intelectual, um patrimônio valioso, uma boa aposentadoria, boas refeições, muitas amizades, festas, eventos disso e daquilo, entretenimentos, moda, roupas, cabelos, beleza, e o resultado, perdemos a nossa vida. Não ajuntamos nada no céu, na eternidade, não pensamos nas coisas que são de cima, onde Cristo vive, não oramos, não estudamos a palavra, não evangelizamos, não tivemos comunhão com Deus e o pior, não fomos salvos.

Ora, deveríamos ter odiado essa nossa vida, reservando-a, conservando-a para a vida eterna.

A AUTORIDADE E A VIDA ETERNA

Assim como lhe deste poder sobre toda a carne, para que dê a vida eterna a todos quantos lhe deste (Jo 17:2). A vida eterna é dada com autoridade, poder de Deus. O Pai não deu essa autoridade a ninguém, só a Seu Filho.

O CONHECIMENTO E A VIDA ETERNA

E a vida eterna é esta: que conheçam a ti só por único Deus verdadeiro e a Jesus Cristo, a quem enviaste (Jo 17:3). Ninguém tem a vida eterna sem conhecer a Deus e o Senhor Jesus Cristo como um só Deus. Negar o Filho como um só Deus com o Pai, como muitos fazem, é a certeza do juízo eterno pela frente.

O TESTEMUNHO E A VIDA ETERNA

E o testemunho é este: que Deus nos deus a vida eterna; e esta vida está em seu Filho. Quem tem o filho tem a vida; quem não tem o Filho de Deus não tem a vida (I Jo 5:11-12). Quem não crê no Senhor Jesus, também não crê no testemunho de Deus, assim, faz Deus mentiroso e não tem a vida eterna.

A RESSURREIÇÃO E A VIDA ETERNA

E muitos dos que dormem no pó da terra ressuscitarão, uns para a vida eterna e outros para vergonha e desprezo eterno (Dn 12:2). O profeta Daniel foi usado por Deus para falar sobre a vida eterna. Ele profetizou sobre a grande tribulação e a ressurreição dos mortos. Dois acontecimentos diferentes e em tempos diferentes e a pessoas diferentes. As pessoas que morreram em Cristo, os salvos, vão ressuscitar primeiro não para tornarem a morrer, nem para virem ao mundo, mas para a vida eterna. Depois de um pouco mais de mil anos, todos os que morreram sem Cristo, sem nesta vida receberem a vida eterna, ressuscitarão, para vergonha e desprezo eterno.

“Eternidade para mim, eternidade para ti;
Oh, qual será o teu lar, enfim, Saindo desta vida aqui?”
“Oh, qual será? Oh, qual será? A tua sorte no porvir?”

Ubiratã Torres [ Gama – DF ]

Gerar PDF

Você pode gostar...