Categoria: Índices Bíblicos

Fonte de informação sobre detalhes qualitativos e quantitativos dentro das Escrituras Sagradas.

Parábolas do Senhor Jesus

Parábola é o método empregado no discurso por meio do qual as verdades morais ou espirituais se ilustram pela analogia com fatos da vida comum. A comparação pode fazer-se por meio de palavras semelhantes, ou pela idéia contida no discurso. A vantagem dela é que serve de meio para repreender pessoas que, naturalmente, não consentem em ouvir acusações diretas. As parábolas eram habilmente elaboradas de forma a prender a atenção do ouvinte e induzir ele a uma análise da sua condição moral e espiritual em função daquilo que a parábola revelava. Um exemplo clássico é o...

Os Profetas do Velho Testamento

No Velho Testamento, a palavra “profeta” é a tradução do hebraico nabique, por sua vez vem de uma raiz que significa “borbulhar”, como a água de uma fonte: assim, o profeta divulga uma mensagem que recebeu de outrem. O profeta de Deus recebia a mensagem de Deus, enquanto que os falsos profetas, também chamados “adivinhadores”, “prognosticadores”, “agoureiros”, “feiticeiros” mentiam pois sua mensagem não lhes fora dada por Deus (Deuteronômio 13:1-5; 18:10).

O Ministério de Jesus

Jesus Cristo é o Messias, Senhor e Salvador daqueles que hoje formam a Sua Igreja, que é o Seu corpo, tendo Ele como “Cabeça” deste corpo (Ef 1:22). Para todo verdadeiro cristão Ele é mais que “O Salvador”, Ele é “O Senhor” de suas vidas (Lc 2:11). Tendo tomado a forma humana entre nós (Fp 2:7-8), e embora tendo vivido somente 33 anos nesta condição sobre a face da terra, Ele foi capaz de exercer grande impacto sobre a vida das pessoas que com Ele tiveram contato, fosse este impacto de forma negativa, rejeitando-O, ou positiva,...

Milagres do Senhor Jesus

No sentido estritamente bíblico, os milagres são acontecimentos de natureza visível, operados pelo imediato poder de Deus e com a finalidade de servir de sinal ou testemunho. A possibilidade dos milagres baseia-se no fato indiscutível que Deus é onipotente e que governa todas as coisas como ser pessoal que é.

Genealogia Patriarcal

Conforme o Calendário Judaico, estamos vivendo o ano 5.776 [ iniciado a 13 de setembro de 2015 ] desde a criação do homem. Segundo a tradição, a contagem do tempo pelos judeus começou no dia em que Deus criou o homem e a mulher. Importa ressaltar que qualquer cogitação à possível imprecisão quanto ao ano estabelecido de 3.760 a.C. não invalida a intenção do Espírito Santo de nos revelar, matematicamente, que o conhecimento dos “princípios do homem” fora transmitido “de pai para filho” tendo os “principais patriarcas” como “elo” e “testemunhas vivas” dos propósitos de Deus...

Metrologia Bíblica

Medida é o ato ou processo de comparar uma grandeza com outra com o objetivo de associar à primeira um número característico do seu valor em face da grandeza com a qual foi comparada. Esta definição caracteriza a medição. As medidas, em geral, variam de acordo com épocas e locais diferentes, assim vários intérpretes podem considerar as medidas de formas diferenciadas. Considerando o conteúdo das Escrituras como algo sempre atual, é necessário absorver a mensagem espiritual que os valores relatados buscam nos transmitir, a exemplo de Lc 12:25, onde diz: “E qual de vós, sendo solícito,...

Escritores e Datas

A palavra Bíblia vem do termo grego “biblos”, que é o nome da casca de um papiro do século XI a.C, e significa “Livros”. Foi escrita durante um período de mais de 1.500 anos tendo feito Deus o uso de aproximadamente 40 escritores [Servos inspirados pelo Espírito Santo]. Apesar dos seus diversos escritores, forma um só Livro; contém uma única mensagem; e é plenamente isenta de contradições em seu conteúdo.

Abreviaturas Bíblicas

A falta de “intimidade” com as Escrituras pode contribuir em muito para o não entendimento do contexto das publicações que são disponibilizadas aos cristãos (Livros, Periódicos, Revistas, etc.) que, em geral, têm o conteúdo recheado com citações em suas diversas formas de abreviações. A relação entre o cristão e a sua Bíblia não pode ser deficiente, mas deve manifestar certa “perícia” do leitor com a sua “espada” (II Tm 2:15). É básico “aprender” a identificar as abreviaturas comumente usadas para “mapear” os textos sagrados para que a leitura não se torne infrutífera. Desejamos que a “simplicidade”...