Hora do Poder das Trevas

Cristo estava pronto a entregar sua vida, o maior milagre já realizado nesta terra estava preste a acontecer, a redenção da humanidade perdida, a vitória sobre a morte e o triunfo de Deus sobre o inimigo, que é Satanás. “A nossa luta não é contra o sangue e a carne, e sim contra os principados e potestades, contra os dominadores deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal, nas regiões celestes.” (Ef 6:12).

(…) “esta é a vossa hora e o poder das trevas” (Lc 22:53).

As horas que Jesus passou no Getsêmani em oração foram apavorantes, Jesus sentiu todo o poder das trevas, os ataques mais poderosos do inimigo estavam sendo usados naquele momento, a intenção de Satanás era confundir o Senhor Jesus para que Ele não fosse até a cruz, e por mais terrível que possamos imaginar aqueles momentos, ainda foram piores.

Satanás lutou bravamente, mas lá no alto do Calvário se ouve um brado de vitória “…está consumado” (Jo 19:30), Satanás foi derrotado, toda a tentação provocada pelo inimigo, todo terror, agora se transforma em gozo para o nosso Salvador, “…faça-se a tua vontade” (Mt 26:42), o maior amor de Deus agora revelado, o plano de salvação exposto para todos os homens. Cristo em sua submissão ao Pai, recebeu maior gozo e vitória sobre o mal.

Olhando para a Bíblia você vai encontrar uma batalha constante entre Luz (Deus) e Trevas (Satanás). Após a morte de nosso Senhor Jesus, ele foi sepultado, Satanás se sentiu vitorioso, porém ele é um inimigo que não desiste, Jesus mesmo havia dito que ressuscitaria ao terceiro dia (Mt 17:23), e logo Satanás criou um meio de apagar essa verdade, fazendo com que a ressurreição de Cristo se tornasse uma mentira (Mt 28:11-15) e assim toda a vida, as mensagens, os milagres e todos os seus ensinos ficassem como um simples passado na história da humanidade: Sabe, até hoje essa mentira anunciada a tantos anos atrás, confunde e ilude pessoas a não crerem no fato da ressurreição, nem na Bíblia e muito menos em Deus, esse é o poder do inimigo.

Apesar de Satanás lutar com todas as suas forças, ele foi derrotado, “Ele não está aqui, ressuscitou, como havia dito. Vinde ver o lugar onde jazia (Mt 28:6), a vitória de Cristo sobre o inimigo foi completa e graças a Deus que mesmo com as mentiras de Satanás, existem os verdadeiros filhos de Deus, confiantes que ” Fiel é a palavra e digna de toda a aceitação” (I Tm 4:9).

Cristo ressuscitou, a Bíblia nos mostra assim, e todos que a aceitam como vinda de Deus podem confiar em suas verdades. Temos, porém, que olhar com atenção para o poder do inimigo, este mesmo inimigo que colocou o pecado no homem lá no jardim do Édem, que tentou a Jesus no deserto e quis destruir o plano de salvação de Deus em Cristo, é o mesmo inimigo nosso hoje, suas atitudes e pensamentos são somente para destruir o que vem de Deus.

Hoje a humanidade está a cada dia se desviando dos ensinos deixados por Jesus, até pessoas que se dizem “crentes” tem abandonado os verdadeiros caminhos do Senhor, criando a sua própria dedução do que significa servir a Deus, e pensam estar certas, a Bíblia deixou de ser o manual para a vida “cristã”.

O evangelho está barato, não se tem mais o valor do sangue de Cristo, existe uma mistura de cristianismo com mundanismo, parece que a mentira de Satanás sobre a ressurreição de Cristo está se tornando mais forte agora, pois, os próprios “crentes” não estão dando o valor devido ao fato de Cristo estar vivo, olhando por nós, aguardando o dia de nos buscar, e isso é mais uma das armas de Satanás, criar uma sociedade que veja Jesus apenas como um exemplo de vida, uma religião, algo em que acreditar e não como um Salvador.

Analise o mundo e você verá o que estou dizendo, milhões de igrejas estão cheias, nunca se falou tanto em Deus como em nossos dias, “que bom”, é estranho falar, mas isso tudo vem do Diabo. O inimigo é astuto, inteligente e não descansa, quanto mais as pessoas se enganarem, servirem a Deus de uma maneira em que Cristo não é o princípio, em que a vida não condiz com o que a Bíblia ensina, as doutrinas nas igrejas não existirem e o evangelho for entregue em total descaso, mais Satanás estará contente, seu objetivo estará sendo alcançado, destruir o que vem de Deus.

Ser um cristão vai muito além de palavras, é ingressar numa batalha espiritual com as forças do mal, ser um cristão é fazer e viver como Jesus ensinou, ser um cristão é vencer o inimigo, amar o que vem de Deus, e valorizar o que Cristo fez.

Infelizmente essa não é a condição de muitos que se dizem crentes. Quantos não dão valor ao poder que Satanás tem e, analisando, encontramos hoje Satanás usando o próprio nome de Deus para enganar as pessoas. Não é de admirar, porque o próprio Satanás se transforma em anjo de luz (II Cor 11:14). ” Ora falo a todos os que são verdadeiros Filhos de Deus, “sede sóbrios e vigilante, porque o Diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, procurando alguém que possa devorar” (II Ped 5:8). Jesus nos ensina:

“(…) se alguém quer vir após mim, a si mesmo se negue, dia a dia, tome a sua cruz, e siga-me.” (Lc 9:23).

Aos amados irmãos que são verdadeiros Filhos do Deus vivo; estamos caminhando para a glória, ” de onde aguardamos o nosso Salvador, (Fp 3:20) o qual diz: “…e vos levarei para que onde eu estou estejais vós também.” (Jo 14:3).

Não importa se Satanás tem poder, e pode fazer-nos passar por horas de trevas, Cristo já suportou todas as coisas “Considerai, pois, atentamente, aquele que suportou tamanha oposição dos pecadores contra si mesmo, para que não vos fatigueis, desmaiando em vossa alma (Hb 12:3).

“(…) Eis que estou convosco todos os dias…” (Mt 28:20)

Cristo venceu para que nós vençamos com Ele, o inimigo já está vencido e condenado, e juntamente com ele todos os que não confiam em Jesus Cristo como Senhor e Salvador.

“(…) Esta é a vossa hora o poder das trevas” (…) “Está consumado.” (Jo 19:30)

Vitória total de nosso Senhor sobre o império das trevas e suas potestades.

Que o irmão ou irmã encontre nessa batalha o poder do inimigo, mas em muito superior o poder de Jesus Cristo, morto mas ressuscitado. Nosso Senhor.

 

Otávio Trinck