Categoria: Apêndices Bíblicos

Conjunto de informações complementares relativos à Bíblia.

Simbologia dos Números

Quando estudou o livro dos Salmos, o irmão F. W. Grant (1834 – 1902) foi estimulado a comparar os 5 livros dos Salmos com os 5 livros de Moisés. Esse estímulo veio de algumas observações em certo estudo bíblico. Por exemplo lhe chamou a atenção o fato de que os judeus chamam os Salmos de “O Pentateuco de Davi”. Ao longo do tempo, ficou cada vez mais claro para ele o quanto o significado simbólico dos números 1 a 5 é característico para o pensamento principal de cada um dos respectivos livros. A mesma estrutura posta...

Os Livros Apócrifos

Desde que o homem iniciou o processo de escrita daquilo que por Deus era ordenado, houve a necessidade de se distinguir entre o que era escrito por inspiração divina e o que era escrito meramente por vontade humana. O Espírito de Deus agia de modo a que a pessoa que estava escrevendo tivesse clara noção de que o que ela escrevia era texto autoritativo, ou seja, que estava falando em nome de Deus, logo o que era escrito, era Palavra de Deus. Da mesma forma aqueles que estavam com esta pessoa, também tinham esta noção, proveniente...

O Número Sete

Ainda que através do “dito popular” Satanás use a boca de muitos para pronunciar que “sete é número de mentiroso” (Nm 23:19), as Escrituras apresentam este número como um número “perfeito”, algo que podemos constatar pela própria natureza que o número sete está presente em tudo. A razão do número sete é insondável e prende-se com a pré-determinação de Deus.

Nomes de Deus – Sumário

Antes de nos empenharmos na escolha de um nome para o filho que acaba de chegar, simplesmente por achá-lo bonito, ou por uma vaidade infundada, deveríamos nos perguntar: “Este nome ‘poderá’ honrar o Nome de Deus, Daquele que está dando a vida a esta criança?!”. Vale ressaltar que existem pessoas (inúmeras) que não são dignas sequer do nome que têm. O que desejamos com o levantamento abaixo listado é focalizar o nome quando atribuído a Deus e aprender sobre a importância deles para o nosso entendimento espiritual. Desejamos que pelos seus significados possamos compreender um pouco...

Nomes de Deus – Descritivo

Alguns dos nomes de Deus dizem respeito a Ele como sujeito: Jeová, Senhor, Deus; outros são atribuídos como predicados que falam d´Ele ou a Ele, como: Santo, Justo, Bom, entre outros adjetivos. Alguns nomes expressam a relação entre Deus e as criaturas: Criador, Sustentador, Governador, entre outros atributos. Alguns nomes são comuns às três pessoas, como; Jeová, Deus, Pai, Espírito; e outros são nomes próprios usados para expressarem Sua obra e Seu caráter. O nome de Deus é o que Ele é: “Representação do Seu caráter”.

Magistrados e Reis

Após a morte de Josué  e dos anciãos, veio uma situação anárquica, em que não havia obediência aos mandamentos divinos (Jz 2:12-15). Em consequência disto certas pessoas foram escolhidas por intervenção divina, para governarem a nação como juízes ou libertadores. Não tinham poder de fazer novas leias, mas somente o de julgarem em conformidade com a lei de Moisés. Havia neles, também o poder executivo, embora a sua jurisdição se estendesse somente algumas vezes a certa parte do país. Não tinha estipêndio estabelecido, mas o povo estava acostumado a levar-lhes presentes, ou oferendas. Esta forma de governo durou...

História dos Apóstolos

No começo do seu ministério Jesus escolheu doze homens que o acompanhassem em suas viagens. Teriam esses homens uma importante responsabilidade: Continuariam a representá-lo depois de haver ele voltado para o céu. A reputação deles continuaria a influenciar a igreja muito depois de haverem morrido. Por conseguinte, a seleção dos Doze foi de grande responsabilidade.  “Naqueles dias retirou-se para o monte a fim de orar, e passou a noite orando a Deus. E quando amanheceu, chamou a si os seus discípulos e escolheu doze dentre eles, aos quais deu também o nome de apóstolo” (Lc 6.12-13).

Dispensação

A palavra grega significa literalmente “administração de uma casa“, e “economia” sendo, portanto, uma certa maneira de Deus tratar com o homem na administração variada dos Seus desígnios em diferentes épocas. Ao revermos as diferentes administrações de Deus para com o homem, podemos notar o estado de inocência no Éden, embora isto não se enquadre bem no caráter de uma dispensação. Apenas uma lei foi dada a Adão e Eva, e exigia-se obediência, tendo sido anunciada uma pena para o caso de falharem.

Curiosidades Bíblicas

Pequena coletânea de particularidades bíblicas criteriosamente selecionadas dentre persas fontes que retratam o assunto. A finalidade é destacar pequenos detalhes peculiares às Escrituras Sagradas, os quais nos revelam a perfeição e conseqüente importância da Palavra de Deus para as nossas vidas. Caso queira acrescentar algum, apreciaremos sua sugestão!

Calendário Judaico

O Calendário é uma ferramenta de controle do tempo e sua importância vem de longa data. Eles ajudam os agricultores a saberem quando chega a próxima estação. Também auxiliam a lembrar da ocorrência dos fatos. No passado, por exemplo, havia várias maneiras de decidir o início de um ano. Diferentes maneiras de decidir quão longo ele seria; diferentes modos de organizar os dias em semanas e meses. Houve muitas mudanças nos calendários antes de tomarem a forma que conhecemos hoje.